“Caravana Aquelas” traz espetáculo, oficinas e vivências usando a arte como instrumento de informação e assistência no combate às violências contra mulheres

O teatro enquanto espaço de conhecimento, de reflexão e, principalmente, de transformações. Foi a partir dessa ideia que o coletivo cearense MANADA Teatro idealizou a “Caravana Aquelas”, iniciativa que reúne artistas, psicóloga, advogada, líder de movimento e assistente social para abordar o elevado número de casos de feminicídio e/ou das mais diversas formas de violências contra mulheres. Com espetáculo, bate-papo, oficinas, palestras e atendimentos gratuitos, a Caravana Aquelas acontece em São Gonçalo do Amarante, de 03 a 07 de março. Em seguida, passa por Caucaia, de 10 a 14/03, e Fortaleza, de 24 a 28/03. A programação conta com audiodescrição, interpretação em libras e tem acesso gratuito.

Espetáculo “AQUELAS – uma dieta para caber no mundo”

 

O espetáculo “AQUELAS – uma dieta para caber no mundo” vai ser encenado no dia 03/03 (sexta-feira), às 19h, na Escola Socorro Gouveia. No palco, as atrizes Juliana Veras e Monique Cardoso remontam a história de Maria de Bil, santa popular da cidade de Várzea Alegre, no Ceará, assassinada em 1926 pelo seu “companheiro”, que foi transformada em mártir e até hoje é ícone de devoção do povo da região. “Trata-se de uma encenação delicada, mas ao mesmo tempo cruel, que traz esse caleidoscópio das diversas formas de violência de uma sociedade machista”, explica Juliana.

Dirigido por Murilo Ramos, o espetáculo estreou em 2017. Desde então, já circulou por 17 estados, 37 cidades e foi visto por mais de 7.000 pessoas. E foi justamente a partir dessas apresentações e da relação com o público que o MANADA Teatro sentiu a necessidade de idealizar o “Caravana Aquelas”. “Sentimos que, ao partilharmos as nossas pessoalidades, forças e fragilidades, dores e prazeres, mágoas e afetos, nos colocamos também em um lugar de intimidade com a plateia. Foi nesse espaço profundo de encontro que compreendemos que a arte, o diálogo, o acolhimento e o encaminhamento são ferramentas que contribuem para o combate às violências contra mulheres”, destaca Monique Cardoso.

 

Vivências e oficinas

Não por acaso, o projeto contempla uma série de ações justamente para fomentar a troca de ideias e experiências sobre o tema. Ao final da apresentação do espetáculo, por exemplo, haverá um bate-papo com o público, que vai ter a chance de saber mais informações, curiosidades e referências que nortearam a criação da peça.

 

A Caravana promove ainda palestras e atendimentos gratuitos especialmente voltados para o público feminino. Vão estar presentes a assistente social Alana Morais, a psicóloga Leda Mendes, a advogada Isadora Oliveira e a educadora social Verônica Isidorio. Todas elas fazem parte da Frente de Mulheres do Cariri, movimento importante no enfrentamento às violências contra mulheres, que também presta atendimento às vítimas de qualquer tipo de agressão ou ameaça.  O encontro, que também vai contar com a presença de Ingrid Monteiro, da coordenadoria de Políticas Públicas para mulheres de São Gonçalo e Presidenta do Conselho Municipal, acontece no dia 04/03 (sábado), das 9h às 12h, no Centro do Idoso, com interpretação em libras em parceria com o PAM – Programa de Atenção à Mulher (São Gonçalo/Ce).

 

“Juntas, vamos unir nossas potências, tendo a arte como fio condutor, para promover reflexões e levar informações e orientações para essas mulheres que sofrem algum tipo de violência ou conhecem alguém que esteja passando por esse tipo de situação. Tudo com muito acolhimento, a partir desse exercício de troca e escuta”, reforça Monique Cardoso.

 

Além disso, o projeto vai realizar a oficina/vivência para mulheres “Vendas e Mordaças – uma vivência para mulheres”, com Juliana Veras e Monique Cardoso. Com entrada gratuita, a atividade é uma vivência sensorial e afetiva que traz a identidade e a força da mulher, a partir de exercícios inspirados no processo criativo do espetáculo “AQUELAS”, com o objetivo de explorar o conhecimento de si através da outra e do espaço. A atividade acontece no dia 06/03, das 19h às 21h, na Escola Socorro Gouveia, e no dia 07/03, das 14h às 17h, no Instituto Katiana Pena (Polo São Gonçalo).

 

“A ideia é que, nessa experiência, as participantes possam ampliar a percepção da relação do próprio corpo com o mundo em que elas estão inseridas, que a todo momento impõe vendas e mordaças que as limitam, enquadram e sufocam, mas que precisa ser modificada através de reflexões e ações de ruptura e resistência”, finaliza Juliana Veras.

A Caravana Aquelas em Marabá tem patrocínio do Instituto Aço Cearense e GNR Fortaleza. Produção: Kariri Cultura. Realização: MANADA Teatro e ATO Marketing Cultural.

SERVIÇO:

Caravana Aquelas – 03 a 07 de março, em São Gonçalo do Amarante

Espetáculo “AQUELAS – uma dieta para caber no mundo” – Dia 03/03 às 19h, na Escola Socorro Gouveia. Classificação: 14 anos. Com audiodescrição e interpretação em libras.

Palestras e orientações – Dia 04/03, das 9h às 12h, no Centro do Idoso. Com interpretação em libras em parceria com o PAM – Programa de Atenção à Mulher (São Gonçalo/Ce).

Oficina Vendas e Mordaças

Dia 06/03, das 19h às 21h, na Escola Socorro Gouveia, com interpretação em libras

Dia 07/03, das 14h às 17h, no Instituto Katiana Pena (Polo São Gonçalo).

Fonte: Dégagé

1 COMMENTS

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos relacionados