Arquitetura e Urbanismo: sustentabilidade e uso da tecnologia serão tendências para os profissionais da área no ano de 2023

A sustentabilidade, seja ambiental ou energética, tende a ser cada vez mais enfatizada ao longo do ano de 2023 na área de Arquitetura e Urbanismo, de acordo com Davi Ramalho, coordenador do curso no Centro Universitário Fametro (Unifametro). Segundo o especialista, isso será identificado pela escolha de técnicas e materiais de construção no âmbito da Arquitetura. Já no Urbanismo, serão enfatizadas questões de sustentabilidade social e econômica. O professor ainda aponta tendências para os profissionais da área neste ano, entre elas o uso da tecnologia nos processos de trabalho.

 

De acordo com Davi, diante da vasta disponibilidade de dados quantitativos acerca dos aglomerados urbanos, a primeira tendência será o aumento da exigência por profissionais capazes de lidar com dados e gerar informações, análises, prognósticos e projetos com melhor desempenho, seja no campo do edifício ou da cidade. “Com as crescentes demandas por projetos e a necessidade de geração rápida de informações gráficas, os profissionais precisarão utilizar recursos que otimizem o seu desenvolvimento e, simultaneamente, gerem informações quantitativas e qualitativas em tempo real”, destaca o coordenador.

 

As novas técnicas de geração de informação, visual e estatística, como o uso de algoritmos de programação, também serão uma tendência, seja no processo criativo ou no trabalho. O uso de ferramentas de inteligência artificial para otimizar a tomada de decisão nos projetos também devem estar no radar dos arquitetos e urbanistas, segundo Davi. Ele recomenda que os profissionais se atentem para o uso de ferramentas que otimizem a sua interface com clientes e usuários, por meio de dispositivos móveis ou remotos. Ele salienta, da mesma forma, a atenção para as novas dinâmicas de trabalho e da economia, com foco para as demandas de adaptação dos espaços públicos ou privados para receber profissionais que não precisam mais de uma estação fixa de trabalho – os chamados nômades digitais.

 

“Por um lado, isso serve como oportunidade para que os arquitetos e urbanistas sejam acionados na readaptação desses espaços. Por outro lado, demanda que eles entendam e dominem as melhores ferramentas que os permitam gerenciar seu escritório de maneira remota”, frisa o especialista. “Em paralelo a isso, os profissionais deverão ficar atentos às novas formas de utilizar as redes sociais como vitrine dos produtos e serviços oferecidos, adaptando-se também às novas dinâmicas de consumo e movimentação financeira”, finaliza.

 

Sobre o curso de Arquitetura e Urbanismo da Unifametro

A estrutura curricular da graduação em Arquitetura e Urbanismo da Unifametro visa a formação de Arquitetos Urbanistas capacitados a atuar como profissionais liberais, técnicos, projetistas e gestores atuantes no mundo do trabalho e nas instâncias da sociedade. O curso é ofertado nos campi de Fortaleza, na modalidade presencial, turnos manhã e noite, e tem duração de 10 semestres.

Fonte: Capuchino Press

3 COMMENTS

  1. Hi! Do you know if they make any plugins to help with SEO?
    I’m trying to get my website to rank for some targeted keywords but I’m not seeing very good
    results. If you know of any please share. Cheers! You can read similar art here:
    GSA Verified List

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos relacionados