ID:Rio agita Niterói com muita moda, shows, cultura e criatividade em primeiro dia de festival

Criado em 2021 por Helena Silveira e Cláudio Silveira, responsáveis pelo tradicional DFB Festival (CE), o ID:Rio tem como missão atuar diretamente em prol do impulsionamento da energia criativa do trade da moda do estado do Rio de Janeiro. Entre as novidades de sua segunda edição, a maior é a ampliação de sua programação, 100% gratuita, que antes era baseada em Niterói e agora chega à capital do Estado.

O festival ID:Rio 22/23 é apresentado pela Enel, com patrocínio do Governo do Estado do Rio de Janeiro e da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, sendo composto por atividades de estímulo direto ao empreendedorismo de toda a cadeia produtiva da moda fluminense.

O primeiro dia de ID: Rio trouxe ao Rio de Janeiro um novo conceito de festival de moda a partir de uma proposta multiplataforma. O evento promoveu uma extensa programação de palestras, apresentações musicais e desfiles inéditos. Para a abertura oficial, realizada nesta quinta-feira (26), estavam presentes Cláudio Silveira, diretor geral do ID:Rio e idealizador do DFB Festival; André Felipe, coordenador geral de eventos de Niterói, representando a Prefeitura de Niterói; Cristina Gurgel, coordenadora de serviços e consultora de mídia e design; Bernardo Barbosa, consultor técnico de moda e design; e Fernando Rodrigues, gerente de marca da Enel Brasil.

Dentre as palestras do dia, realizadas de forma presencial e transmitidas online, pelo canal ID:Rio Festival, no YouTube (https://www.youtube.com/@idriofestival), o público teve acesso a temas atuais nas discussões sobre estratégias, diversidade, negócios e empreendedorismo. Para o primeiro talk, a apresentadora e atriz Luana Xavier abordou o tema ‘Diversidade, inclusão e poder de influência na moda e na TV’. Para o segundo talk, a diretora criativa e CEO da Dress To, Thatiana Amorim, e a sócia-diretora criativa da Zâmbia Brand Acessórios, Vívian Ramos, falaram sobre como o digital alavanca o negócio, em pequenas marcas como a Zâmbia ou em consolidadas, como a Dress To, que saiu de Niterói para o mundo.

Na passarela, o evento recebeu desfiles da Rua dos Biquínis, Beepfit e Energia Enel. Para finalizar a noite, Fernando Rosa trouxe toda a energia da clássica disco music e do soul. A segunda edição do Festival distribuirá sua programação entre Niterói e Rio de Janeiro, reunindo jornada de conhecimento, exposição, podcasts, feira de design, moda autoral e gastronomia. Além de shows diários gratuitos no Espaço Cantareira, com grandes nomes da música do país, o festival apresenta desfiles exclusivos, reunindo marcas de diferentes polos confeccionistas do Estado do Rio de Janeiro, que vão do beachwear ao fitness e jeans. O evento segue até o dia 29 de janeiro com mais atividades. Para mais informações, acesse: https://www.instagram.com/idriofestival/

Fonte: Capuchino Press

5 COMMENTS

  1. I am not certain where you are getting your info, but great topic. I needs to spend some time finding out more or working out more. Thank you for great information I used to be looking for this info for my mission.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos relacionados